Acontecimentos depois de abril

MAIO DE 1974 | O 1º DE MAIO

11519cx143.jpg
11518cx143.jpg
Comemorações do 1º de Maio em Liberdade, em 1974, em Sintra

1 de maio
Manifestação do 1º de Maio em Lisboa. Congrega entre 500.000 a 600.000 pessoas, na tribuna principal discursam Álvaro Cunhal e Mário Soares. Outras grandes manifestações decorrem nas principais cidades do país.

7 de Maio

Constitui-se formalmente o Partido Popular Democrático (PPD) a partir da Ala Liberal, de grande parte da SEDES e da influência do Expresso. A comissão organizadora era formada por Francisco Pinto Balsemão, Francisco Sá Carneiro e Joaquim Magalhães Mota. (JSC)

 

9 de Maio

Operários da Messa apresentam uma lista de reivindicações, entre as quais, salário mínimo de seis mil escudos, mês e meio de subsídio de férias, um mês de subsídio de Natal, quarenta horas de trabalho semanal.


14 de Maio

Dando cumprimento "aos princípios definidos no Programa do MFA, no que diz respeito à abolição da censura", o D. L. nº199/74 extingue a censura a espetáculos.


15 de Maio

O general António de Spínola assume as funções de Presidente da República.


16 de Maio

Tomada de posse do 1º Governo Provisório, presidido por Adelino da Palma Carlos.

 

17 de Maio.

O Avante, jornal do PCP, publica o seu primeiro número na legalidade.

31 de Maio

É criado o Conselho de Estado, composto por vinte e um elementos: os sete elementos da JSN, sete do MFA (Vasco Gonçalves, Víctor Alves, Melo Antunes, Víctor Crespo, Almada Contreiras, Pereira Pinto e Costa Martins) e sete cidadãos de reconhecido mérito, designados por  António de Spínola (Freitas do Amaral, Henrique de Barros, Isabel Magalhães Colaço, Almeida Bruno, Azeredo Perdigão, Rafael Durão e Rui Luís Gomes).