Acontecimentos depois de abril

JULHO DE 1974 | 2º GOVERNO PROVISÓRIO

9 de Julho

O Primeiro Ministro Palma Carlos pede a demissão, argumentando não poder transigir com o clima de indefinição que se vivia. Solidarizam-se os ministros Sá Carneiro, Vieira de Almeida, Firmino Miguel e Magalhães Mota. Está aberta a primeira crise política grave do pós-25 de Abril.

18 de Julho

Tomada de Posse do 2º Governo Provisório, presidido por Vasco Gonçalves. Pela primeira vez, em Portugal, uma mulher, a Engª Maria de Lourdes Pintasilgo assume o cargo de ministro. No discurso da apresentação do novo Governo, Spínola faz nova referência à «Maioria Silenciosa».

19 de Julho

Forma-se o Partido do Centro Democrático Social CDS. Entre os seus fundadores destacam-se Diogo Freitas do Amaral, Valentim Xavier Pintado, Adelino Amaro da Costa, Basílio Horta e Alberto Ralha. Outros fundadores: Carlos Madureira Teixeira, João de Korth Brandão, Júlio Baptista Coelho, M. Isabel Marques, Vítor Sá Machado José Afonso Gil, M. Teresa Pereira Forjaz e mais tarde Adriano Moreira.